Casa Inspiração em Angra (RJ)

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_1

Aproveitando o clima do verão trouxe uma casa inspiração com um estilo praiano. A casa tem muita madeira, pedras, objetos com fibras naturais… vem ver!

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_2

A casa, projeto do arquiteto Sig Bergamin, está localizada em Angra dos Reis (RJ).

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_3

Na sala principal o azul e branco predominam na decoração.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_4_bau

Até o baú usado na decoração segue o mesmo tom.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_5

Arranjo lindo de bananas sobre a mesa de jantar.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_6

A piscina é imensa (dá pra ver na próxima foto) e uma parte dela se estende para dentro da casa.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_7

Além da casa principal, a construção ainda conta com casas de hóspedes para que os proprietários possam receber os amigos.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_8

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_9

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_10

As varandas são grandes e permitem acomodar várias pessoas.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_11

Além de muita madeira, também foram utilizadas pedras na construção da casa.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_12

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_13

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_14

Este abajur é liiindo, mas repararam na cobertura feita com fibras de piaçava? Gostam deste estilo? Aqui tem mais ideias!

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_15

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_16

Adorei os arranjos com estas folhagens verdes.

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_17

TeT_casa_angra_reis_sig_bergamin_18

Algumas fotos são do site do arquiteto e outras são daqui.

 

Fonte: Tijolos e Tecidos

5 RESOLUÇÕES PARA A CASA (E PARA A VIDA) EM 2014:

Quem faz um ano novo somos nós. E não adianta enchermos nosso 2014 de promessas lindas se não arregaçarmos as mangas e partirmos para a prática realmente. Com poucas ações é possível termos um ótimo ano, com mais momentos prazerosos e alegrias. Quer ver?

shutterstock_148069883

1- Não usa? Então passe adiante.

Você compra uma coisa (por impulso ou não), guarda e não usa. Aí passa um tempão e você continua não usando. Mais outro tanto e nada. Bom, você já tem a resposta. Independente se for uma blusa, calça, ou algum utilitário para a cozinha, se você fica mais de um ano sem encostar o dedo nele, trabalhe o desapego e doe para alguém ou venda. A gente tem a mania de se apegar às coisas e tem dificuldade de admitir que errou na compra. Mas antes de se sentir culpado, pense que muitas pessoas podem dar uma utilidade melhor para aquilo que você nem lembrava de ter adquirido.

2- Organize as suas finanças.
Nem precisa de planilhas dificílimas no excel, basta anotar em um caderno a sua receita e gastos. Só assim a gente tem a noção real do que temos, o quanto temos que pagar e o valor que sobra. Acredite, é um passo simples que faz toda a diferença. Antes isso do que se surpreender com um cálculo errado que nos deixa no vermelho.

3- Aprenda um prato novo.
Miojo com catchup, sanduíche de presunto e queijo. Saídas rápidas e fáceis quando se chega em casa cansado e com pouco tempo para cozinhar. Mas vamos combinar o seguinte: nesse novo ano, você vai aprender um prato novo. Que pode dar um pouquinho de trabalho a mais, ter um ingrediente novo, mas que vai começar a fazer parte da sua rotina. Lembre-se sempre: uma receita nova parece ser difícil até você fazê-la pela segunda vez.

4- Tenha tempo para fazer o que gosta.
A rotina do trabalho – casa – casa – trabalho nos cansa. E muito. E é difícil encontrar algo que realmente nos dê prazer nesse meio tempo. Mas esse 2014 lindo que chegou não precisa ser exatamente igual ao ano passado, certo? Ele pode trazer muitas coisas boas se conseguirmos pelo menos três horinhas na semana para fazermos algo que amamos. Ler o livro que está abandonado na cabeceira, correr no parque, ler sobre os assuntos que gosta… Eu, por exemplo, criei o blog. E é algo que me faz muito feliz e dispersar a cabeça do estresse do trabalho. Por isso, pense. Ache um hobby, e arrume tempo para fazê-lo.

5- Mude.
Os móveis de lugar, por exemplo. Dê uma nova cor para a sua parede, uma sobrevida para a mesinha de canto da sala, um tapa na sua cozinha, deixe o banheiro mais claro. Mudanças, mesmo que pequenas, são bacanas e deixam a casa mais aconchegante e com a nossa carinha. Se o trabalho não estiver legal, procure outro e então troque. Se o relacionamento não tiver colhendo bons frutos, dê um tempo para si mesma. Coisas boas só acontecem quando estamos de peito aberto para recebê-las. :)

E aí, bora fazer um 2014 lindo? :)

Fonte:apartamentoterapia

UMA AJUDINHA PARA OS QUADROS DA SUA CASA

Uma disposição diferente de quadros na parede enche um ambiente de vida. Na sala, no quarto ou em qualquer outro cômodo da casa, esse estilo de decoração vem aparecendo com maior frequência em veículos especializados e enchendo nossos coraçõezinhos de inspirações.

E colocar isso em prática não é tão difícil quanto parece. Você primeiro deve entender que não é preciso ter medo em misturar tendências. Pinturas, gravuras e pôsters podem ficar muito bonito juntos, sim.

Outra coisa: escolha o desenho que você quer fazer com os quadros antes de sair pendurando tudo. Isso simplifica muito e não dá margem para bagunça e furos extras na sua parede. Uma dica bem básica é sempre colocar a sua tela favorita em maior destaque em relação às outras, ou seja, no meio. É a partir e em volta dela que você deve começar a sequência.

E sempre vale lembrar: se você morar em uma apartamento alugado, no lugar de pregos, utilize fitas adesivas. Elas são baratas, podem ser encontradas em vários tamanhos e não danificam a pintura da parede quando retirada.

Mas se mesmo depois disso tudo você ainda não consegue imaginar um desenho para a disposição dos seus quadros, a gente dá uma luzinha com algumas opções:

quadros

 

Fonte: Apartamentoterapia

 

Decoração de Quarto de Bebê Menina

É hora de decorar o quarto do bebê mas não sabe como? Veja esse ótimo exemplo de decoração.TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_1

Vim dividir hoje com vocês a decoração do quarto da neném de um amigo do meu trabalho.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_2

O quarto foi pensado e decorado com muito amor pelo papai e pela mamãe.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_3

quadrinho da porta da maternidade foi feito pela própria mamãe.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_4_papel_de_parede

Papel de parede fofo de ursinhos e o quadrinhos decorativos também feitos pela mamãe.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_5

A tinta da parede foi preparada para combinar exatamente com a cor do papel de parede.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_6

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_7_ursinho

Foi a mamãe também que fez os lindos ursinhos decorativos da cortina.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_8

O berço e a roupa de cama são da Sleeper.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_9TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_10

Mais detalhes fofos da decoração. A prateleira é da P.Q.Nos Detalhes e foi a mamãe que pintou.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_11_oracao

Plaquinha com oração feita pela mamãe.

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_12

A foto mais linda!

TeT_decoracao_quarto_bebe_menina_13

A decoração ficou bem delicada. Amei!

Quem quiser conhecer um pouco mais do trabalho da mamãe pode visitar oblog dela.

Beijinhos!

 

Fonte:tijolosetecidos

Como escolher as cores para a sua casa?

Escolher as cores da casa é um trabalho muito divertido, mas ao mesmo tempo ingrato. São tantas cores e tendências lindas disponíveis hoje que dá um nó na cabeça da gente. Se arrepender da escolha, enjoar do tom, ter retrabalho… Ou ainda, você talvez até pinte a sua parede de uma cor diferente, mas não sabe por qual caminho seguir com o restante da casa a partir disso. Isso acontece com você?

Aconteceu comigo também. O mais importante é saber que isso faz parte do processo. São poucas as pessoas que acertam de primeira. Geralmente, chegar onde realmente queremos e gostamos exige experiências, pesquisa e paciência (afinal, tem uma questão de bolso também). Mas alguns pontos podem nos ajudar bastante nisso. E aqui vão algumas dicas:

sdasdasdasd
Pinterest e Instagram são ótimas fontes de inspiração. Vá arquivando no seu celular ou no computador os ambientes preferidos até ter um número considerável de referências. Depois, analise: a maioria dos ambientes têm paredes claras e acessórios coloridos ou é tudo muito neutro? As bases são neutras e os detalhes coloridos ou o contrário? Quais cores essas imagens têm em comum? Depois dessa análise, você está apta pra escolher a tendência e o padrão que poderá ser incorporado na sua casa.

50fc67905a4fbdf0a92f7f4fd0251f7d
A regra é bem simples: tudo exagerado fica over. A saída é quebrar tudo o que é demais com o inverso. Por exemplo: se a sua cozinha tem paredes claras e os eletrodomésticos e armários neutros, o colorido pode ficar por conta dos objetos. Se a sua sala de estar tem móveis cheios de cores vivas e fortes, quebre com almofadas, tapetes e itens mais neutros.
Assim, você dá respiro ao ambiente, um descanso bom para os seus olhos e evita que o local fique pesado e cansativo.

530b29c93238a89b5d004e18dd1a582b
Não é só porque a parede da sua sala é azul que todos os itens de decoração precisam destoar dessa cor. Afinal, repetir cores cria simetria, além de um design forte e preciso. Você pode ter almofadas também azuis e objetos do mesmo tom no hack da TV, na mesa de canto ou de centro, por exemplo. Nesse exemplo aqui de cima, a repetição se dá com o laranja: nas flores, quadros, almofadas, manta e mesinha de centro.Em todos os outros ambientes da casa pode ser aplicado a mesma regra!

Viu como não é nada complicado? Você só precisa de bastante pesquisa e paciência! :)

Fonte:apartamentoterapia.

Vasos Quebrados no Jardim

No Blog tijolosetecidos, nos mostra possibilidades de reutilizar aqueles vasos quebrados em casa ou até mesmo quebra-los,é mais uma forma de deixar o nosso jardim charmoso com uma decoração diferenciada.

Seguem algumas ideias legais de como aproveitar vasos quebrados:

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_1_etsy

Aqui um vaso grande quebrado serviu de base para 3 vasos menores e o resultado ficou lindo. Imagem.

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_2_naturework

Aqui um único vaso quebrado resultou num lindo jardim. A parte que quebrou foi colocada dentro da parte maior e serviu de sustentação para o solo e para as plantas. Imagem.

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_3_mini-jardim

Mini-jardim com cactos, suculentas e pedrinhas feito pela Fátima.

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_4_vaso_vietnamita

Dá para aproveitar também um vaso vietnamita quebrado. Imagem.

Se o vaso quebrar muito, vejam outra forma de aproveitá-lo:

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_5

Imagem.

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_6

Imagem.

E ainda dá para aproveitar os cacos e os pedaços menores:

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_7_placa_jardim

Hortelã e tomilho. Imagem.

Mais ideias de plaquinhas para horta tem aqui.

TeT_vaso_quebrado_broken_pot_8_placa_jardim

Orégano, salsa e endro. Imagem.

Inspirem-se!

Fonte: TigoloseTecidos

Saiba como cuidar bem das plantas em casa, mesmo sem ter tempo.

Ter pouco tempo não é motivo para deixar de ter plantas em casa. Há espécies que não exigem tanta atenção, mas dão vida, literalmente, aos cômodos. “Planta de vaso não dá trabalho, desde que seja escolhida corretamente”, resume o engenheiro agrônomo e paisagista Maier Gilbert, da Maier Gilbert e Alexandre Braga Paisagismo, de São Paulo.

Para o interior da casa, uma opção são os cactos ou as suculentas – bonitos, podem ter flores e não precisam ser regados diariamente. “Nem todo mundo gosta de cacto, ele tem espinhos. Há plantas que resistem mais tempo sem ter que regar todos os dias, como fícus, azaleia, forração ou flor canhota”, explica a paisagista Ivani Kubo.

É preciso pensar também na iluminação a que essa planta é exposta dentro de casa. Existem espécies que não necessitam de tanta luz, como zamiocuca, chamaedorea, filodentros, ráfis e pacová. Para lugares iluminados, o ideal é investir em espécies como pata de elefante e pleomele.

Já no lado de fora da casa, para poupar tempo na manutenção, não tenha pressa em escolher a espécie que se adapta melhor a seu dia a dia. De nada adianta plantar uma roseira, que é sensível e está mais suscetível a pragas e doenças, se não conseguirá cuidar dela, fazer a poda e aplicar o produto necessário caso ela fique doente. Melhor mesmo é apostar em espécies mais rústicas, como fênix, cica e tumbérgia, que não demandam tantos cuidados.

É necessário ter os cuidados básicos, tanto para as espécies externas, quanto para as internas. Os principais estão relacionados à rega. O vaso em que as plantas ficam tem que ser furado na parte inferior para que a água não escorra. Para não favorecer o criadouro de mosquitos como os da dengue, usa-se um pratinho com areia para absorver a água.

Tudo pronto? Hora de pensar em um dos fatores que mais matam plantas, o excesso de água. “A rega de qualquer planta depende da evaporação da água. Se o líquido ainda não evaporou, não precisa regar. Planta de vaso morre mais por excesso de água que por falta dela. A pessoa fica preocupada em regar sempre, até quando não precisa. O teste tem que ser feito com o dedo. Se você o coloca no vaso e ele volta com terra grudada, tudo bem, quer dizer que o solo está úmido. Se ele volta seco, está na hora de regar”, explica Gilbert.

Quando se tem um jardim, os cuidados básicos envolvem limpar o mato que cresce entra as plantas e acertar a rega de acordo com a chuva. Em temporadas com dias muito quentes, Maier recomenda rega diária. Para dias mais frescos, o jardim pede água dia sim, dia não. E em épocas chuvosas é possível passar três dias sem regar. De qualquer forma, é necessário chamar o jardineiro uma vez por mês. “Às vezes a gente procura simplificar muita coisa, mas não é assim. O jardineiro é um profissional que deveria existir cada vez mais”, defende Ivani. Ele vai realizar algumas tarefas mais rapidamente, como aparar a grama. Mas se jardinagem realmente é algo que te atrai, vale dedicar um final de semana por mês para fazer as tarefas mais trabalhosas, como podas e controles de pragas.

Fonte:Imobiliaria Coliseu

A Casa Dinâmica!

Sabemos que nos dias contemporâneos os espaços estão cada vez mais reduzidos. O crescimento populacional e a independência financeira intensificam a demanda por novas moradias.
E é nessa hora que Designers, Arquitetos e Engenheiros são desafiados a desenvolver ambientes agradáveis, e mais do que isso, a criar espaços compactos com grande mobilidade e funcionalidade. Sem deixar de lado o conforto e bem-estar.
Veja como é possível transformar um apartamento de apenas 37.16m².

 

Fonte: Estantedesign

Saiba como utilizar o Papel de Parede

O papel de parede já é uma paixão antiga. Desde quando os europeus começaram a utilizá-lo para decorar somente uma parte da parede como uma alternativa prática para substituir quadros e tapeçarias, esse item nunca mais saiu de moda.

Atualmente ganharam as mais diversas cores e formas, e são capazes de dar uma nova personalidade aos ambientes. Essa tendência pode ser aplicada em qualquer espaço, desde combine com o restante dos elementos, decoração e cores do local.

Papel de Parede

Os mais escolhidos ainda são os estampados, que acabam sendo um revestimento decorativo para a parede. Mas a aplicação requer alguns cuidados, principalmente quando a parede foi pintada de cores escuras.

Para combinar com ambientes pequenos é aconselhável utilizar os tons mais claros e estampas estreitas, se o papel for cobrir um lado completo do cômodo. Isso pode ajudar a dar a impressão de que o local é mais amplo. Para causar esse efeito, as listras verticais também são perfeitas.

Papel de Parede

Se escolher estampado ou listrado, preste atenção na parte da emenda para que ela não fique evidenciada ou não ficar irregular e desconexa. Outra dica é optar pelos neutros, para não enjoar.

Para renovar o espaço, aposte em um papel que cobre a parede que dá de cara para a entrada. Como este item deve ser o destaque no ambiente, não deve ser utilizado em todas as paredes do espaço, e sim, somente na principal.

Papel de Parede

Antes de aplicar, certifique-se de que a parede tenha sido lixada e pintada, de preferência com uma demão de tinta látex, assim ele irá colar melhor e não corre o risco de marcar as imperfeições ou rachaduras. Ao colar o papel, ele pode formar algumas bolhas de ar, nestes casos, utilize um pano levemente úmido para ir pressionando o papel no momento em que ele é fixado, só não esqueça de utilizar um pano limpo para não manchar o papel de parede.

 

Fonte: Artigos Para Casa